Julia Roberts e “a metade do dobro”

13735915_1716741001907426_1253937474_n.jpg

 

O termo “black friday” não foi uma invenção do comércio. Nem tem nada a ver com venda de escravos para os trabalhos de inverno (sim, existem sites de hoax dizendo isso).

O termo nada mais era do que uma referencia ao dia “enforcado” entre o sábado e o feriado. Milhares de trabalhadores alegavam doença para gozar do único feriado de 4 dias possível no calendário americano (pois praticamente todos os feriados americanos são deslocados para as segundas-feiras).

Com o tempo, a maioria das empresas passou a ceder o dia como um feriado de fato (como acontece com a nossa segunda-feira de carnaval), e o dia passou a ser aproveitado para se fazer compras de natal antecipadas.

As empresas perceberam a oportunidade e passaram a fazer liquidacoes de estoque nesse dia para receber os itens novos para as vendas de natal (que serão a preços cheios).

Isso virou uma febre e as lojas disputam agressivamente os clientes prometendo descontos “imperdíveis”. Na verdade, o transito e a confusão nas lojas são de tal monta que é discutível se o esforço vale a pena!

No Brasil, a dinâmica é outra. As pessoas esperam o 13o. para fazer as compras. Mas, vivemos um mundo globalizado e a moda pegou.

Mas, com era de se esperar, a black friday brasileira não é tão agressiva. Os impostos atrapalham. As pessoas trabalham normalmente nesse dia. Não há nenhum motivo especial para se sair às compras aqui nesse dia específico. Nem as empresas para dar descontos como os de lá, além da moda e da expectativa das pessoas em aproveitar ofertas nesse dia.

Entao, muitas lojas, sabendo que muita gente virá atras de descontos na 4a sexta de novembro, passaram a aumentar seus preços algumas semanas antes para então “dar descontos” na black friday, irritando um monte de gente e virando assunto nas redes sociais.

A verdade é que as pessoas são viciadas em desconto e gostam de ser enganadas. O que elas não gostam é de descobrir isso.

As lojas fazem isso PORQUE FUNCIONA!

A verdade é que o “valor de desconto” quase sempre é uma enganação. O vendedor vende pelo máximo preço que pode.  Sempre. Aceite isso. Voce não sabe qual é sua a margem e ele nunca vai te contar.

Ao mesmo tempo, ele vai fazer de tudo para você achar que o negócio é bom para você. As vezes isso é verdade, as vezes não. Mas isso é algo que VOCÊ tem que julgar. E pelos SEUS parâmetros, não os dele.

Por exemplo: normalmente, um item é lançado pelo preço cheio e assim é vendido para os consumidores mais ávidos em tê-lo. Depois que essa demanda prioritária é atendida, os estoques restantes são vendidos mais baratos, para liberar espaço e para atingir aqueles que não podiam ou nao queriam gastar a grana do preço cheio.

É assim que a banda toca. Se alguém vende um item de lançamento “com desconto”, pode ter certeza que é caô. O desconto é em relação a um preco de referência que nunca será praticado naquela loja. A loja que vende um item pelo “preço sugerido”ou mais caro, provavelmente tem problemas de margem ou é uma loja de conveniência, em algum com pouca concorrência. E, normalmente, se você tiver saco de negociar um desconto, você o conseguirá.

Em vez de ficar chateado com promoções “pela metade do dobro”, achando que o comerciante é um sacana, faça como ele: seja pragmático. Evite comprar na emoção. Não pense no desconto, pense em quanto você vai gastar. Vale o preço? Não caia na urgência do vendedor. O produto não vai acabar, e os preços que são praticados hoje normalmente não são tão especiais assim.

Sempre que for comprar alguma coisa, lembre-se da Julia Roberts negociando com o Richard Gere em “Uma Linda Mulher”. O preço justo é o preço que você aceita pagar e o outro aceita vender.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s