O que ouvir nos serviços de Streaming?

 

Unknown-3.jpeg

Uma das melhores coisas desse mundo de consumo virtual são as soluções de streaming de música. Mas as vezes é difícil encontrar o que ouvir de novo nessas ferramentas!

O que havia começado timidamente com o Itunes, com a Apple vendendo músicas por faixa, passando pelos gloriosos tempos corsários do Napster, se solidificou com o Spotify e a Deezer. Até a Apple entrou na dança e lançou seu serviço de streaming por assinatura.

Hoje, por uma quantia menor do que o preço de um CD por mês, você tem acesso a praticamente toda a discoteca mundial, de maneira legal e segura.

Algumas gravadoras e artistas ainda resistem, não colocando seus acervos nos serviços. Porem, sinto lhes dizer que é um caminho sem volta. Até os Beatles já entraram no catálogo e, com tanta coisa para ouvir, quem não está nestes acervos periga é cair no esquecimento.

Sim, porque cada vez mais se ouve menos música pelos meios tradicionais. Rádio? Só no carro, e olhe lá. E, mesmo assim, em corrida curta, quando esquecemos de ligar o bluetooth.

Eu não sei quanto a vocês, mas a minha maior dificuldade com esse novo mundo é  aproveitar essa imensa liberdade para ouvir coisas novas. Sair da força do habito de ouvir repetidamente os mesmos 10 discos de que gosto mais.

Os serviços possuem bons serviços de curadoria. Eu não tenho assinatura do Spotify, mas tanto o Deezer quanto a Apple Music geram playlists das mais variadas, seja por gênero musical ou por qualquer outro recorte doido que eles possam imaginar.

Por exemplo, abro agora a Apple Music e vejo isso:

Captura de Tela 2016-11-24 às 17.18.58.png

Eles sabem que eu gosto de Beatles, de música clássica, de rock dos anos 60 e 70… E indicam playlists que eu vou gostar.

Isso é legal, mas me mantém na zona de conforto. Como ouvir algo novo? E, como evitar perder tempo com roubadas?

capamorrisey.jpg

Na minha época de garoto, eu adorava a Revista Bizz. Foi um marco no Brasil, na minha opinião. Era uma revista de Pop e Rock muito bem feita. Os artigos não eram superficiais. Existia uma seção chamada “Discoteca Básica”, onde eles resenhavam um disco clássico a cada número. Conheci diversos artistas e  bandas tradicionais a partir dessas resenhas.  (o link vai te levar a transcrição da resenha de Pérola Negra, do Luiz Melodia).

Hoje a Bizz não existe mais. O que fazer?

E aqui vai a sugestão do Blog: o site AllMusic.com!

Os caras simplesmente catalogam e revisam conteúdo sobre praticamente TUDO que se lança de música. De TODOS OS ESTILOS. E eles “curam”o material. Recomendam lançamentos. E, não, eles não são uma loja. Tem os imprescindíveis links para a amazon, claro! Mas passam a impressão de ser bastante independentes.

Recomendo especialmente as seções “Featured New Releases” e “Editor’s Choices”. Você vai descobrir que a produção musical não está estagnada como parece. Milhares de artistas e bandas lançam músicas novas todos os dias, coisa que não é reciclada.

O difícil agora é ter tempo para ouvir tudo que interessa!

Captura de Tela 2016-11-24 às 17.41.43.png

 

E vocês? Como fazem para buscar o que ouvir? Que sites pesquisam? Do que gostam? Compartilhem suas dicas conosco!

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s